Da Substituição de Importação à Agricultura Moderna

            Nesses últimos 60 anos da Conjuntura Econômica a agricultura brasileira sofreu profundas transformações. Do início dos anos de 1950 até o final de 1960, viveu em crescimento contínuo, fornecendo alimento barato para o consumo e ainda exportando. A partir da década de 1970, o setor passou por um período que se caracterizou por grande turbulência, marcado pela intervenção dos governos nos mercados agrícolas, que gerou instabilidades de preços e de produção, com severas consequências para o abastecimento do país. Nessa fase a agricultura perdeu ímpeto. O Brasil, outrora um grande exportador, passou a depender de importações para equilibrar o abastecimento. O setor agrícola foi usado para sustentar as políticas de substituição de importações e promoção da industrialização. Foi alvo de políticas destinadas a transferir renda do setor rural para o urbano-industrial. No século XXI os setores agrícola e agroindustrial emergem com notável pujança. Como entender que hoje o Brasil tornou-se uma superpotência agroexportadora?  O que ocorreu nesses 60 anos no agronegócio brasileiro?



 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | free samples without surveys