Políticas de Competitividade na Agropecuária Brasileira



Lead: Quais foram as políticas mais importantes para a competitividade da agropecuária brasileira e quais foram seus efeitos sobre o setor? O que significou para a agropecuária as intervenções dos governos nos seus mercados?


Sumário Executivo

Durante décadas a política brasileira de substituição de importações penalizou a agricultura ao beneficiar a indústria de diversas maneiras distintas. Políticas com viés antiexportação tiveram efeitos negativos sobre a capacidade da agricultura de exportar e suprir a demanda interna, gerando, assim, dificuldades à competitividade da agricultura nacional. Nos slides a seguir veremos um resumo dos principais fatores que influenciaram a competitividade da agropecuária brasileira a partir dos anos 1950, com a Política de Substituição de Importações (PSI) e as diversas intervenções dos governos nos mercados agrícolas até a Liberalização do Comércio.

Nota: Para um estudo mais aprofundado sugerimos a leitura do capítulo 3, “As Políticas de Competitividade na Agropecuária”, do livro “A agenda de competitividade do Brasil”, publicado pela FGV em 2011 sob a organização de Regis Bonelli.

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | free samples without surveys