O Perfil dos Trabalhadores Cooperativados e Não-Cooperativados no Brasil a Partir das Tendências de Emprego, Perfil dos Responsáveis Pelas Decisões, Idade, Escolaridade e Fatores Determinantes do Resultado da Atividade Agropecuária.



Lead: As diferenças de desempenho entre os produtores dependem de vários fatores além da tecnologia tais como o nível de escolaridade, que ajuda a decodificar os pacotes tecnológicos; a infra-estrutura socioeconômica que existe dentro dos estabelecimentos, desde a existência de energia elétrica, até antena parabólica, passando por vários outros recursos de contato com o mundo e comunicação; propensão a se manter na propriedade ou migrar; acesso às políticas públicas, e a bens públicos; e capital social.


Sumário Executivo

A pesquisa identifica vários fatores importantes que caracterizam os dois grupos, cooperativados e não-cooperativados. Em primeiro lugar, os grupos diferem em relação à condição do responsável, sua idade, experiência e nível de escolaridade. Em segundo, a existência de infraestrutura socioeconômica dentro dos estabelecimentos, onde se faz um levantamento de todo o tipo de acesso a comunicação, inserção digital e acesso a análise de mercado. Outra característica importante é a propensão a migrar. Quem dos dois grupos pretende a permanecer na agricultura e quem está pronto para abandonar o setor. Realmente o acesso às políticas públicas e aos bens públicos difere muito entre esses grupos de produtores.

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | free samples without surveys