Limitações ao Crescimento da Agricultura do Brasil



Lead: Qual é o potencial de expansão da produção agrícola brasileira e quais são os fatores que dificultam esse crescimento? Quais seriam os efeitos de uma abertura comercial nos países ¬– que hoje protegem seus mercados internos através das tarifas – para o consumidor nacional? Quais são as possíveis consequências para o Brasil das suas atuais estratégias de negociação agrícolas? Neste trabalho serão apresentadas as respostas dadas a essas questões pelo autor na seção Opinião do jornal Valor Econômico.


Sumário Executivo

            A capacidade de expansão da produção agrícola brasileira, apesar de seus resultados positivos nos últimos anos, tanto em termos de área quanto em produtividade, esbarra na dificuldade de obtenção dos recursos necessários para transformar o país no “celeiro do mundo”, como querem alguns políticos. Isso, somado ao atual nível de endividamento dos produtores, se revela como uma severa limitação ao aproveitamento de todo esse potencial produtivo, que tanto assusta aos países concorrentes no mercado internacional de produtos agrícolas. Se implementamos uma proposta corajosa de liberação do comércio, os produtos hoje protegidos por tarifas – tais como carnes, leite em pó, trigo e outros - teriam elevações de preços. A redução de tarifas nos países desenvolvidos abriria grandes mercados e haveria uma relativa escassez desses produtos. Hoje, esses produtos nos países protecionistas têm preços mais elevados – devido justamente às tarifas que aumentam os preços internos dos países importadores –, do que os que vigoram nos mercados mundiais. Os consumidores pobres do Brasil estariam, então, naquele momento, disputando carnes, trigo e lácteos com consumidores ricos dos países desenvolvidos.

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | free samples without surveys