Até que ponto o perfil da inserção da cooperativa no mercado foi importante para geração de resultados e fidelização dos quadros de associados



Lead: A inserção da cooperativa no mercado foi feita a partir de pesquisa direta com 877 estabelecimentos de produtores cooperativados que se dedicam a várias atividades agropecuárias. A maioria dos estabelecimentos tinham uma vocação natural, entre os produtores cooperativados, a inserção através da cooperativa, e os produtores não cooperativados tinham uma inserção praticamente livre. Outros fatores contribuíram para a inserção no mercado tais como a modalidade do financiamento de custeio e investimento, a disponibilidade de recursos próprios, o crédito fornecido pelas cooperativas, e assim sucessivamente. A inserção dos produtores cooperativados e não-cooperativados no mercado depende, fundamentalmente, de fatores além da própria comercialização, começando com a ação da cooperativa, o crédito etc.


Sumário Executivo

A pesquisa foi conduzida comparando os produtores cooperativados e não-cooperativados, pois a inserção de cada um desses grupos no mercado é bastante diferente. Algumas conclusões da pesquisa são importantes. Há um quadro preocupante no que diz respeito a fidelidade do cooperado para com a sua cooperativa no momento da sua inserção no mercado. Quanto maior a fidelização, tanto melhor a inserção no mercado. Isto é relativamente óbvio, mas há outras conclusões. Os produtores não-cooperativados também têm uma inserção bastante positiva na questão de inserção ao mercado. No final da pesquisa inclui-se um pouco de resultados conduzida junto aos produtores no manejo de recursos naturais e preservação do meio-ambiente.

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | free samples without surveys